Canções de Natal - 1 de 30 - Papai Noel "Velho Batuta"

Postado por Vitor Sousa , terça-feira, 27 de novembro de 2012 00:22

Houve um tempo em que o universo das músicas natalinas, para mim, resumia-se naquele manjado disco com horrendos arranjos executados por um harpista desconhecido. Se você visitou algum shopping center nos últimos dias, deve saber exatamente do que eu estou falando. Parece que os lojistas acreditam piamente que o tal “Espírito do Natal” é essa entidade que só se evoca quando esses acordes preenchem o ambiente. Meu imaginário, então, ficou marcado por essa junção da música com o comércio. Toca a música, eu lembro das lojas, que, por sua vez, me lembram que terei que gastar dinheiro com presentes. Simples assim.

Talvez por isso eu tenha cultivado, por muito tempo, certa aversão às músicas natalinas. Até o dia em que um amigo me entregou um pequeno “kit de iniciação” com uns ou quatro três álbuns natalinos. Eram as mesmas músicas de sempre, SÓ QUE NÃO as mesmas músicas de sempre. Sabe quando você se sente feliz por não estar certo sobre alguma coisa? Foi exatamente assim. De avesso, tornei-me apaixonado por essas canções temáticas. É fácil encontrar no meu player, em qualquer época do ano, pelo menos uma dúzia delas.

E quando eu me apaixono por uma coisa, é fogo: viro garoto propaganda, sabe?! Mas como falar de uma coisa que você gosta sem ser chato? Como tentar conseguir adeptos para determinado gosto sem se tornar uma espécie de “Testemunha de Jeová”?

Daí que me veio essa ideia dessa série postagens com músicas de temática natalina. Até o dia 25 de dezembro de 2012, todos os dias postarei uma música.

E para provar que você deve esquecer de uma vez por todas aquela maldita harpa, a primeira música da série é um punk rock ácido da banda Garotos Podres! Depois de ouvir, espero que você enterre o “Espírito do Natal” que o comércio, ano após ano, insiste em manter vivo.


1 Response to "Canções de Natal - 1 de 30 - Papai Noel "Velho Batuta""

DANILO GOMES Says:

Maluco beleza, sou seu fã!!!

Postar um comentário